segunda-feira, 16 de maio de 2011

MEGA LEILÃO 10.011 DA ESTÂNCIA BAHIA

Cuiabá (MT) encerra circuito com mais de 22 mil bovinos de corte em oferta

No próximo sábado (21), às 12 horas, pecuaristas de todo o Brasil se reunirão em Cuiabá (MT) para a segunda etapa de vendas do Mega Leilão 10.011 da Estância Bahia, onde serão comercializados, no mínimo, 10.011 bovinos de recria e terminação. Os lotes foram previamente vistoriados em quase 70 fazendas da região. O evento será realizado na filial cuiabana da empresa, com transmissão ao vivo pelo Canal Terra Viva.

A Estância Bahia estima crescimento de quase 40% na participação de vendedores. Também é esperado faturamento superior aos R$ 17 milhões registrados na edição passada, quando foram vendidos 21.030 animais. “As inscrições indicam novo recorde, também em Cuiabá, porém, nossa maior preocupação é manter o padrão de qualidade do gado, característica fundamental ao sucesso de nossos megaleilões. Acredito que teremos entre 22 e 25 mil animais em oferta”, informa Guilherme Tonhá, gerente administrativo do Grupo Estância Bahia.

Estão entre os principais vendedores as Fazendas Bartira, Grupo Concremax, Fazenda Jardim, Fazenda Angical e o Grupo Marazul. "É um evento muito interessante, onde investidores de todo o Brasil encontram animais de qualidade à preço de mercado. Outra grande vantagem é a garantia proporcionada pela Estância Bahia, tanto para quem compra, quanto para quem vende”, argumenta Milton Pichini, do Grupo Marazul.

“Participar de um evento como o megaleilão é sempre uma oportunidades de bons negócios, principalmente, porque a região de Cuiabá é cercada por muitos confinadores”, afirma Jorge Pires de Miranda, do Grupo Concremax, que levará 250 machos e 250 novilhas com sangue Aberdeen Angus, frutos de IATF.

Considerando todas as edições na capital mato-grossenses, a Estância Bahia já comercializou mais de 65 mil bovinos, agregando a participação de cada vez mais pecuaristas. Maurício Tonhá, proprietário da empresa e promotor do Mega Leilão 10.011, explica que o volume de vendas nas duas edições (Água Boa e Cuiabá), anualmente, parece ser impressionante, porém, é inexpressivo se comprado ao tamanho da pecuária mato-grossense.

“O estado possui o maior rebanho bovino do Brasil, com cerca de 28 milhões de cabeças. Acredito que comercialize algo em torno de 10 milhões por ano. Poderíamos vender dez vezes mais e, mesmo assim, ainda não chegaríamos perto do verdadeiro potencial do Mato Grosso”, afirma o empresário.

Resultados em Água Boa (MT)

Em 16 de abril, o Grupo Estância Bahia superou pela 11ª vez consecutiva seus próprios recordes. O mega evento comercializou 40.7 mil bovinos (32.635 machos e 8.065 fêmeas, muitas prenhes ou paridas), registrando faturamento acima de R$ 36 milhões, quase 36% a mais que na edição anterior. Cerca de 3.000 pessoas prestigiam o evento, entre pecuaristas, representantes da indústria frigorífica, entidades de classe, empresas do setor e lideranças políticas e do agronegócio. Em volume de animais, o crescimento foi de 28%.

Cadastro e Lances: Estância Bahia Leilões

Mais Informações: (65) 2121-6700

www.estanciabahia.com.br

Pec Press - Imprensa Agropecuária
Adilson Rodrigues - Jornalista Responsável (Mtb 52.769)
Robson Rodrigues - Coordenação e Atendimento
Telefones: (11) 3876-8648 / 8642-8773
adilson@pecpress.com.br e
robson@pecpress.com.br
Skype: robimprensa

Acesse nosso blog: www.pecpress.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário